Como ganhar clientes sendo eletricista? Vocês está sendo constantemente pressionado pela necessidade de encontrar respostas sobre como gerenciar melhor na sua profissão? Então se você realmente deseja melhorar a sua captação de clientes, trarei aqui algumas dicas incríveis que irão revolucionar a sua maneira de ver o mercado. Qualquer dúvida sobre o assunto em si estou disposto a desvendar com você agora. Vamos conferir?

Antes de mais nada é importante saber que praticamente qualquer profissão necessita de pessoas que querem seus serviços ou produto. Mesmo quando você está trabalhando de carteira assinada, e então possui algumas regalias em questão de segurança, não é inteligente pensar que tanto faz se sua empresa perde ou não clientes.

Ter clientes é essencial não só para o crescimento de um negócio, mas também para sua estabilidade. É importante notar que as moedas padrão fiat (não é a marca do carro) possuem a tendência de se desvalorizarem com o tempo, a famosa inflação. Se você mantém os mesmos lucros de um ano para o outro, isto então significa que sua empresa diminuiu.

Diminuiu primeiramente por conta do fato que falei ali atrás, da desvalorização do dinheiro e de seu poder de compra. Mas também costuma diminuir, porque a sua concorrência, mesmo aquela parte que está bem longe de te alcançar, cresceu um pouco.

Assim é muito comum que as pessoas acabem se esbarrando com uma série de problemas para manter sua renda quando são autônomas. É sempre crucial aumentar seu número de clientes, principalmente quando você já encontra o mercado ligeiramente saturado.

Hoje vou mostrar algumas dicas que irão impulsionar seus resultados. Vamos conferir?

eletricista-trabalhando-com-pouco-cuidado

Como ganhar mais clientes sendo eletricista?

Primeiramente é importante dizer que a falta de clientes pode ser ocasionada por um número diverso de fatores. E para cada situação existe uma resposta adequada a ser tomada.

Entretanto aqui estão algumas atitudes orgânicas que costumam realmente dar algum retorno no longo prazo. É só tomar bastante cuidado que os ganhos gradativamente aumentam.

1 – Seja um ótimo profissional

Pode parece uma coisa um pouco óbvia para alguns, até mesmo pode soar como uma espécie de obrigação. Entretanto eu não estou falando aqui sobre ser um bom profissional, mas sobre ser um ótimo.

O bom profissional irá resolver o problema de uma maneira eficaz e em uma velocidade aceitável. Mas um profissional ótimo só tem um objetivo em mente: entregar o melhor resultado possível para seu cliente.

Para este objetivo ele irá realmente investir tempo e dedicação ao projeto. Onde muitas vezes isto significa estar com os conceitos básicos bem apurados.

Entender da parte teórica é crucial para entregar o melhor trabalho, mas ter habilidades práticas também acaba sendo muito necessário. Por isso eu recomendo plenamente que você siga por este caminho através de uma abordagem preocupada em mais do que satisfazer seu cliente.

Se necessário, e é o que eu recomendo, entregue além do que for combinado. Assim você garante muito mais recursos e possibilidades de crescimento para todos.

2 – Procure expandir seus horizontes

Muitos profissionais perdem oportunidades de realizar serviços exatamente porque não possuem conhecimento necessário para fazer determinada tarefa. Enquanto isto, existem vários outros que acabam limitados por conta do cliente não ter ideia do que você tem capacidade.

Por isso vai aqui mais uma dica por fora: avise sobre todos os serviços que você pode realizar. Muitas vezes você pode fazer um outro trabalho no mesmo dia, sem precisar sair e retornar.

Entretanto, para ter realmente esta capacidade é importante trabalhar suas capacitações através de cursos profissionalizantes livres. O que não faltam por aí são opções interessantes que realmente irão fazer toda a diferença no seu dia a dia.

E claro, aprenda a divulgar para seus clientes já conquistados sempre que conseguir um novo diploma.

Isto fará uma imagem correta de que você é um profissional que se atualiza, e que também está em busca de melhorar.

3 – Utilize a internet

Parece que quase todo o comércio do Brasil hoje gira em torno da internet. Mesmo depois da pandemia, quando o ritmo das coisas voltar ao normal, será possível encontrar uma diminuição na busca por lojas físicas.

Isto acaba afetando o mercado de serviços também, e por conseguinte o mercado dos eletricistas. Através de uma atitude responsável, é possível melhorar sua colocação com o WhatsApp, Facebook e qualquer outra ferramenta que permita a criação de grupos de divulgação.

Fazer propaganda de seus serviços em grupos de bairro, condomínio e da sua cidade é muito mais efetivo do que grupos de região de cidade. Quanto mais específico, melhor.

E claro, existem plataformas de profissionais freelancers, como por exemplo o Get Ninjas, que têm um papel fundamental para os iniciantes.

4 – Avalie o seu preço

Entenda bem, o preço dos seus serviços pode ser realmente uma coisa que varia por muitos fatores. A qualidade e experiência comprovada ajudam você a aumentar seu preço cobrado por hora ou empreitada. Assim como a condição socioeconômica da região e o tamanho da sua concorrência te pressionam a reduzir o valor.

Para isto é importante encontrar um equilíbrio. Mas não se preocupe se achar que já está cobrando pouco, muitas vezes o que você precisa é de mais divulgação, pois quem não é visto dificilmente é lembrado.

Uma saída interessante então pode ser exatamente procurar saber quanto a sua concorrência tem cobrado. Assim como questionar o motivo pelo qual o cliente te escolheu. Se você receber a resposta de que te escolheram porque você foi o mais barato, é possível levantar sua comissão.

Conclusão

O processo de aquisição de clientes é algo realmente cíclico, onde a pessoa precisa de foco e muita disciplina. Fazendo tudo da maneira correta o resultado uma hora chega.

Até a próxima!